sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Como Usar Wavosaur

Por Eduardo Karasinski
segunda-feira, 26 de janeiro de 2009
Como usar um editor de áudio com poucos KBytes, mas que surpreende

você ainda não conhece o Wavosaur, saiba que é um excelente programa para edição de áudio, com uma leveza surpreendente. Além disso, tem uma grande variedade de ferramentas.

Vamos então dar uma olhada nos recursos do programa, detalhadamente:


Como começar

Você pode criar um novo arquivo ou abrir qualquer áudio que seja dos seguintes formatos: WAV, AIF, IFF, AU, SND, VOX, VOC, MP3, OGG e WV. O programa vai então decodificá-lo para que você possa editar o arquivo.

A interface do programa se divide em ferramentas, níveis e áudio. Assim, no topo da tela você encontrará todas as ferramentas, no meio o áudio que está sendo editado e nos lados da esquerda e da direita o nível de áudio e o de gravação, respectivamente.

Conheça a interface do programa.


As ferramentas

Quando o arquivo for aberto, você já poderá começar a trabalhar com ele. Utilizaremos as ferramentas do painel principal (em ordem de cada botão):

Controles de reprodução: Você pode começar uma gravação (mas tenha um microfone plugado), monitorar o áudio, começar do início, reproduzir, pausar, parar, voltar tudo, ir para trás, avançar, ir para o final e ativar loop.

Controles de reprodução.

Ferramentas de arquivo e de edição: Crie um novo arquivo (para gravar de dispositivo de gravação), abra e salve. Depois, você pode recortar a seleção, copiar, colar, colar e mixar, cortar para a seleção, desfazer e ajuda.

Ferramentas de arquivo.

Configurações: Opções do áudio, de midi, da saída de áudio, de edição, mostrar grade durante a seleção e marcador horizontal (com o nível de áudio, como uma linha-guia).

Configurações para o áudio.

Opções de loop: Crie um novo ponto de loop para fazer o áudio repetir, vá para o início do loop, vá para o final, crie uma fusão entre os loops, tranque-os ou exclua-os.

Crie loops e configure-os.

Opções do áudio selecionado: Normalize o áudio para 0 decibéis, converta tudo para mono (junte os canais), converta para estéreo (separe em canais), deixe a seleção sem som, crie um fade in, faça um fade out.

Reajustes de áudio.

Gráficos: Estatísticas, análise 2D do espectro, análise 3D, detectar região automaticamente (maior que 1 segundo e menor que -60 decibéis), interpolar, osciloscópio, editar exemplo.

Gráficos para o áudio.

Pontos: Criar ponto de marcação, voltar para a marcação anterior, avançar para a próxima marcação, inserir marcações no início e no final da seleção atual, trancar os pontos, excluir todas as marcações.

Crie pontos em seu áudio.

Visualização: Diferente das outras ferramentas, esse painel fica na parte de baixo da tela. Há botões para aproximar o zoom, afastar, aproximar na seleção, aproximar e afastar nas ondas de áudio e dobrar ou cortar pela metade a seleção atual.

Opções para visualizar.

* Todas essas ferramentas listadas acima podem ser encontradas nos menus Tools e Options.


Editando o seu áudio

Agora que você já está familiarizado com as ferramentas do programa, basta colocar a mão na massa. Clicando com o mouse e arrastando pelo áudio, você seleciona regiões. Basta clicar então em uma das ferramentas do painel para realizar alguma edição.

Por exemplo, se você quer tirar uma parte do áudio, você pode simplesmente pressionar a tecla delete. Ou então, se quiser recortar e colar em outro lugar, recorte a seleção (Ctrl + X), depois clique no local de destino (Ctrl + V) e cole.

Editando o áudio.

Outra ferramenta muito boa e essencial é a de “Cortar para a Seleção”. Com ela você pode simplesmente selecionar uma região do áudio e então fazer com que apenas essa parte seja o novo áudio. Bom para tirar trechos específicos.


Os processos.Processando o áudio

Clicando no menu Process você encontrará várias opções para processar o áudio selecionado, como reverter, inverter, trocar canais, converter para mono e estéreo, inserir canais etc. A função mais útil, com certeza é Volume. Afinal, você pode definir os níveis do áudio. Você também pode inserir silêncio.

Uma ferramenta interessante é a Vocal Remover, para simplesmente tirar a parte que corresponde à voz no áudio. Mas tenha em mente que dificilmente isso vai funcionar, já que a maioria dos sons e músicas são gravados em canais separados, mas chegam para nós com apenas dois canais.


Criando a sua própria Skin (pele)

O programa oferece uma espécie de aplicativo online para que você crie a sua própria skin (ou pele) para o programa, deixando-o personalizado. Para isso, clique aqui para acessar o site.

Depois de abrir a página, você verá que aparecerá uma imagem com a interface do programa. Clicando em algumas partes dessa imagem, você pode alterar a cor. Para isso, primeiro selecione a cor desejada no painel à direita. Depois, clique sobre alguma parte do programa para mudar a cor dela.

Criando uma pele.

Se você quiser, é possível escolher uma imagem para utilizar no fundo do programa. Basta clicar na aba Upload background image, escolher a resolução da sua tela e enviar a imagem em Upload Image.

Quando terminar, defina se o seu sistema é 98 ou XP (escolha XP se usar vista) e dê um nome para a nova pele. Ao clicar em Generate, uma janela de download será aberta. Baixe o arquivo e extraia-o. Depois, vá no programa e clique no menu Options > Skin Configuration > Load Skin. É só procurar pelo seu arquivo e o programa vai mudar o estilo na hora.

Colocando a sua skin.


Salvando o arquivo

No menu File você encontrará várias formas diferentes para salvar o seu arquivo. Em Save As você salva todo o projeto no formato WAV. Em Save Selection ocorre a mesma coisa que em Save As, com a diferença de que você salva somente o que está selecionado. Em Export, você pode exportar como texto ou em MP3.

Salvando um arquivo de áudio.

2 comentários:

  1. como mp3 precisa instalar alguma coisa pois sempre da erro na hora de exportar

    ResponderExcluir